Comunidade Católica Arca da Aliança
BRA
USA
Formação
27.Mai - Como casais de fé planejam seu orçamento familiar
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
Como casais de fé planejam seu orçamento familiar

 


Há alguns dias atrás alguém me perguntou como casais de fé planejam seu orçamento familiar, por esse motivo resolvi escrever estas poucas palavras sobre o que penso.


O comando financeiro do lar é de competência e obrigação do casal que deve sempre partilhar com os filhos essa administração, afim de que entendam o valor do dinheiro em relação ao trabalho. Um lar bem administrado oferece aos seus integrantes conforto, paz, comunhão entre eles, enquanto, que o contrário, se mal gerido, instala o caos, a discórdia e o sofrimento entre seus membros.


O dinheiro, fruto do labor do casal, deve ser empregado de forma que não desmereça a benção divina no provimento do lar.


Nos tempos em que vivemos somos, implicitamente, induzidos em pensar que o “ter”, na vida do homem e da mulher, é algo necessário para a realização pessoal, enquanto, esquecemos que o essencial é Deus. É Ele que realiza a nossa existência.


As pessoas tendem a pensar que o consumo de bens preenche sua essência, completa aquilo que o coração anseia, ao contrário, quanto mais se busca no material menos se encontra no espírito.


Uma boa administração financeira do lar está voltada à alguns aspectos que não podem ser descuidados, dentre eles, a formulação escrita do orçamento do lar e seu mantimento mensal. O casal, a família, deve reconhecer que o consumo deve vir após garantidas as necessidades essenciais do lar.


É sábio o casal que entende que o que somos e o que temos é a Deus que pertence, portanto, consideremos que o fruto do labor familiar é abençoado e ainda mais será se devolvermos a parte pertencente a Ele, o dízimo.


Não foi sem sentido que Jesus ensinou a parábola dos talentos (Mt 25, 14ss), como deve, o servo de Deus, administrar as posses de seu Senhor.


Se formos fieis na administração financeira do nosso lar, Deus nos será fiel. Conscientizemo-nos que o dízimo deve estar presente no orçamento.


Não menos importante deverá ser o cuidado com o cartão de crédito, não podemos gastar além do que recebemos, pois ao cristão não é correto fugir ao compromisso do pagamento das suas dívidas no tempo devido.


Agindo assim, penso, seja ganhando muito ou ganhando pouco, o lar cristão superará os percalços que surgirão e prospectarão um futuro saudável para os filhos.


 


Luiz Claudio Moreira - Membro Comprometido Arca da Aliança


 


Indique a um amigo
 
Receba em seu e-mail as novidades da Comunidade
 
Acompanhe nossas redes sociais
 
 
CLIQUE AQUI
E SAIBA COMO AJUDAR!
   
  • 49%

    META MENSAL

    Blumenau
  • 38%

    META MENSAL

    Joinville
  • 40%

    META MENSAL

    Montes Claros
  • 55%

    META MENSAL

    Paulo Afonso

Copyright © 2019 Comunidade Católica Arca da Aliança. Todos os direitos reservados.