Comunidade Católica Arca da Aliança
BRA
USA
Formação
10.Mai - A mãe e Deus
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
A mãe e Deus


 A Mãe e Deus


 


O mesmo Deus que formou a mulher (Gen 2,22) com o toque de suas mãos, segundo sua imagem e semelhança, preparou seu corpo, alma, mente e espírito, para a sua maior e mais bela missão – Gerar e cuidar da vida!


Deus imprimiu na essência da mulher, como também nas funções de seu corpo e no que ele pode produzir, tudo o que ela precisa para exercer sua missão de maternar. Ou seja, a mulher corresponde a um chamado Divino ao acolher e cuidar da vida que lhe é confiada, seja biologicamente com os filhos gerados no corpo, seja com os filhos alimentados e cuidados na fé e no coração.  Ao ser mãe e viver sua maternidade com muita entrega, alegria, amor e sacrifício, a mulher está em total sintonia com seu Criador que a confiou este dom.


É incrível pensar no que acontece com uma mulher quando Deus lhe dá o dom da maternidade! Penso até que Deus quando quer renovar todas as coisas na vida de uma mulher, revolucionar, transformar... Ele pensa “Vou lhe dar o dom de ser mãe, vou confiar-lhe vidas, almas”. Pois a maternidade faz no corpo, mente e espírito uma revolução que não se pode administrar todos os ganhos e perdas em um tempo determinado. Mas cada mãe tem a certeza antecipada de já se ter ganho para toda a vida e que nada que se tenha perdido tem maior peso e valor do que aquela vida recebida no ventre  e nos braços para cuidar e amar.


É como se apertasse um botão e de repente o sono muda de pesado para leve e você vai decifrando em cada chorinho o que aquele ser relata através de uma linguagem desconhecida. Acredito que a vida inteira de uma mãe é um eterno sono leve, cheio de interrupções, pensando e rezando pelos seus presentes. Alimentação, rotina, prioridades, o tempo pessoal livre, vaidades, ambições... tudo muda! O olhar se torna mais brilhante e focado, a sensibilidade e instinto de proteção hiper aguçados, a mulher parece respirar amor 24h. E até as maiores privações, dores jamais suportadas, sacrifícios, se tornam pequenos quando se trata desta missão divina e humana.


Esta reflexão nos leva a pensar que tantas transformações tem um toque divino. Não daríamos conta de tudo isso somente por capacidade humana. É certo que tudo isso é um mover de Deus, foi pensado e sonhado por Ele já no princípio de tudo.


A mulher é totalmente capacitada pelo Criador para cuidar da vida e isto é muito belo, é forte é profundo! É sinal de que não se deve temer viver esta missão, não se deve fechar o coração para o dom de gerar e de se doar em prol da vida. Não se deve abater diante dos desafios desta missão, não se deve desanimar, desacreditar diante das provações. Temos em tudo a certeza de não estar só, pois Deus é o primeiro que se coloca lado a lado, interiormente, corporalmente com cada mãe lhe dando a graça de viver coisas nunca antes vividas, de superar-se em tantas fragilidades, mas também de deparar-se todos os dias com a impotência de um amor limitado, mesmo que envolvida por um  amor que parece ser infinito.


Louvado seja cada sim a vida, ao dom da maternidade! E todo louvor a Deus, que no seu infinito amor nos confiou esta missão!


 


Cibele Cristine Hostin Ferreira


Missionária Consagrada Arca da Aliança



Indique a um amigo
 
Receba em seu e-mail as novidades da Comunidade
 
Acompanhe nossas redes sociais
 
 
CLIQUE AQUI
E SAIBA COMO AJUDAR!
   
  • 43%

    META MENSAL

    Blumenau
  • 38%

    META MENSAL

    Joinville
  • 35%

    META MENSAL

    Paulo Afonso

Copyright © 2022 Comunidade Católica Arca da Aliança. Todos os direitos reservados.

Seja um doador
  • R$
    20,00
  • R$
    50,00
  • R$
    100,00
  • R$
    ,00
 
 
CARTÃO DE CRÉDITO
BOLETO
PIX
Dados PIX para Paulo Afonso em breve
Dados PIX para Blumenau l Chave de acesso: 47991866577
Dados PIX para Joinville l Chave de acesso: 47996440089

Preencha os campos abaixo e pague com o cartão de crédito

0123 4567 8910 1112 ANTONIO BANDEIRA Nome do Titular Vencimento Número do Cartão 01/23 MÊS ANO
985 Segurança Antonio Bandeira