Comunidade Católica Arca da Aliança
BRA
USA
Formação
28.Dez - Fim do ano, o que faço agora?
Aumentar Fonte +
Diminuir Fonte -
Fim do ano, o que faço agora?

 


Fim do ano, o que faço agora?


 


 


Chegando o final do ano, estamos todos cansados, desejando descansar, mas também somando em nossas mentes realizações pelos projetos alcançados, como também frustrações por aquilo que não ocorreu como planejado. Ou seja, é tempo de avaliar o que passou, mas também se lançar rumo ao novo, ou mesmo retomar pontos que ficaram fora de nossas prioridades.


 


E será que sua vocação foi uma prioridade nesse ano? Seja para vivê-la com mais fidelidade, ou mesmo para descobri-la? Por isso é importante parar e rever, focar o essencial, e colocar no centro do nosso coração e pensamento o que realmente é importante.


 


Muitas pessoas nestas épocas se consomem planejando-se financeiramente, traçando metas administrativas, e continuam sentindo o mesmo vazio, porque não priorizaram o desejo de Deus para suas vidas. Ensina-nos Santo Agostinho, “fizeste-nos para Ti e inquieto está o nosso coração enquanto não repousa em Ti.”


 


Deus quer que todos os seus filhos vivam a experiência da realização, que todos achem seu lugar, que todos se encontrem num caminho de felicidade plena. Porém, nos portamos como filhos rebeldes, querendo ditar para nós mesmos as normas e metas e nos esvaziamos em nossa essência, criada a imagem e semelhança de Deus. O ser humano não se aquieta enquanto não encontra seu sentido. Veja o que diz o subsídio da CNBB “Aos jovens com afeto – vol. 1”, sobre a realização:


 


“É fundamental acreditar que Deus tem um projeto de felicidade para cada um de nós, para toda humanidade. Há mais de dois mil anos Jesus foi enviado a nós, com a missão de nos mostrar como melhor conhecer, organizar e administrar a vida em todas as dimensões. Inclusive as ofensas, as ameaças, a morte tramada contra ele não o inibiram na busca da realização. Sua ressurreição, além de torná-lo vitorioso, motiva-nos e auxilia em nossas lutas contra tudo o que destrói ou diminui nossa vida, dificultando nossa realização humana.”


 


Encontrar e viver a vocação não se dá apenas numa perspectiva egocêntrica, onde me preocupo apenas em estar bem comigo mesmo. A vocação do homem o conduz naturalmente ao outro, Deus que é amor, imprimiu em nós essa capacidade nata de amar, e toda vocação encontra sua plena realização no amor, na doação. Muitas vezes resistimos em buscar esse caminho de descoberta, porque preferimos nos ocupar com nossas próprias coisas, e sem esse caminho horizontal, de dar-se ao outro não há realização alguma, não há alegria, não há sentido em viver.


 


Toda vocação, seja ela qual for, exige de nós entrega, decisão, renúncias, capacidade de sacrificar-se. Isso porém não quer dizer que esta é um fardo em nossa vida. Ao contrário, somos capazes de viver com alegria plena, mesmo os sacrifícios e privações que se tornam fonte de força e graça para todo vocacionado.


 


Pais, mães, sacerdotes, religiosos, leigos consagrados, independente do nosso estado, somos vocacionados do Pai, chamados a uma missão específica, e ao profetismo que parte de uma vida de santidade, sem importar a nossa idade, e nossas diferenças. É vocação comum de todo cristão a santidade.


 


Cristiane Liberato


Missionária Consagrada da Arca da Aliança


 


Indique a um amigo
 
Receba em seu e-mail as novidades da Comunidade
 
Acompanhe nossas redes sociais
 
 
CLIQUE AQUI
E SAIBA COMO AJUDAR!
   
  • 43%

    META MENSAL

    Blumenau
  • 38%

    META MENSAL

    Joinville
  • 35%

    META MENSAL

    Paulo Afonso

Copyright © 2022 Comunidade Católica Arca da Aliança. Todos os direitos reservados.

Seja um doador
  • R$
    20,00
  • R$
    50,00
  • R$
    100,00
  • R$
    ,00
 
 
CARTÃO DE CRÉDITO
BOLETO
PIX
Dados PIX para Paulo Afonso em breve
Dados PIX para Blumenau l Chave de acesso: 47991866577
Dados PIX para Joinville l Chave de acesso: 47996440089

Preencha os campos abaixo e pague com o cartão de crédito

0123 4567 8910 1112 ANTONIO BANDEIRA Nome do Titular Vencimento Número do Cartão 01/23 MÊS ANO
985 Segurança Antonio Bandeira